Image Map

terça-feira, 18 de outubro de 2022

Napa Valley renasce e recebe a todos de braços abertos

 NapaValley é mais do que apenas vinho. É sobre novas experiências, comunidade e desacelerar para saborear a vida. Percorremos a região para apresentar as melhores ideias e recursos. Se vocês desejam planejar e sonhar acordados, viver sua aventura (ou relaxar à beira da piscina), sentir-se conectados ou ter boas lembranças de sua visita, eu posso te apresentar algumas idéias.

Sejam bem vindos ao Napa Valley












Napa Valley é uma das principais regiões vinícolas do mundo, com mais de 400 vinícolas e famosa por seu premiado Cabernet Sauvignon. Passeie pelos vinhedos, converse com o enólogo ou saboreie os premiados vinhos de Napa Valley com vistas espetaculares. Certifique-se de que suas férias em Napa incluam uma estadia de fim de semana (ou uma escapada mais acessível no meio da semana) em um dos muitos hotéis modernos e luxuosos resorts e spas, além de jantar em restaurantes de primeira linha.

Seja qual for o seu prazer, o resultado será excepcional.       Nossa agência pode te ajudar nesse viagem seja qual for seu orçamento.

Nós passeamos muito, fizemos hiking, comemos bem mas alerto que facilmente pode gastar uma boa grana se resolver fazer coisas incríveis todos os dias. Deixamos muitas coisas pra outra oportunidade como um passeio de balão sobre os vinhedos ( $385 por pessoa) viagem de trem com wine tasting e almoço no vagão com teto de vidro($350 por pessoa), e day spa ($290 uma massagem num bom spa).

Nossa viagem não foi planejada pois meu marido estava a trabalho e não conseguimos marcar com antecedência, que torna mais difícil achar uma vaga na última hora. Porém eu amo ver coisas bonitas e comer bem e sendo assim bastou passear de carro pelo vale que meus olhos brilhavam com tanta beleza. Recarreguei minhas baterias para voltar ao trabalho com força total.

lá você vai encontrar desde restaurantes finos e premiados aos casuais com muitas delicias fresquinhas direto da fazenda e muitos deles liderados por celebridades.



segunda-feira, 15 de agosto de 2022

Old Saybrook -o paraiso de Katharine Hepburn

 Uma das cidades  mais antiga da costa do Estado de Connecticut e sem dúvidas uma das mais encantadoras da região da Nova Inglaterra.Rodeada dos dois lados pelo rio Connecticut e Long Island Sound, a cidade incorpora o espírito da vida de cidade pequena.  Um rico senso de história e tradição marítima pode ser sentido em toda a área, com mais de 100 casas de significado histórico.  

                       Vale a pena conhecer Old Saybrook e descobrir seus  tesouros naturais .

 Old Saybrook, localizado na foz do rio Connecticut, foi o lar dos índios Algonquin Nehantic por anos antes da chegada dos europeus.  Eles eram índios amantes da paz que cultivavam na área e tinham uma aldeia em Saybrook Point.  Por volta de 1590, os pacíficos Nehantic e outras tribos algonquinas gentis que viviam no vale do rio Connecticut foram conquistados pelos Pequots, uma tribo guerreira do norte.

 Devido à sua localização na foz do rio, Saybrook tornou-se um importante centro de comércio costeiro e de transbordo de barcos fluviais para navios oceânicos.  Seu principal porto era North Cove que, antes que a ferrovia reduzisse a abertura da boca da enseada em 1871, era um porto muito mais profundo do que é hoje.  Os navios que navegavam de e para Saybrook visitavam a Europa, África e América do Sul, mas seu comércio principal era com as Índias Ocidentais e ao longo da costa leste.

                                                      Uma cidade para todas as estações

Venha desfrutar da beleza natural de Old Saybrook em qualquer época do ano.  Leve sua canoa para apreciar as belezas das  enseadas, riachos e pântanos . Caminhe pela praia ao pôr do sol;  confira os barcos de todo o país ancorados nas marinas de Saybrook Point. Jogue minigolfe com uma das melhores vistas que você já viu.

Muito ar puro,pesca,   esportes variados e contemplar a  paisagem são passatempos muito populares nessa região. O inverno também traz uma beleza especial própria.  Faça um Eagle Cruise no Connecticut River ou venha ver o Torchlight Parade durante a temporada de Natal.

Tem  história, antiquários, galerias de arte e belezas naturais.  Venha por  água, trem ou carro e não deixe de trazer sua câmera.

                            

Um fator de muito orgulho dos moradores de Old Saybrook é que Katharine Hepburn viveu parte de sua vida por aqui, e chegou pela primeira vez à cidade de Old Saybrook em 1912, quando tinha cinco anos e meio.  A casa de verão de sua família aqui, no bairro de Fenwick, tornou-se seu refúgio das demandas de sua carreira.  Ela o chamou de “paraíso” e foi para este paraíso que ela se aposentaria em 1997. Apropriadamente, ela também morreu aqui em 2003, mesmo ano em que a cidade de Old Saybrook votou para restaurar a antiga Prefeitura.  Dois anos depois, a família da senhorita Hepburn concedeu à cidade o direito de nomear o edifício renovado em sua homenagem.

Horários do Museu Katharine Hepburn

 De terça a sexta, das 10h às 16h;

 Horários adicionais de verão: sábado e domingo, das 12h às 16h apenas em julho e agosto;

 Uma hora antes das apresentações.

 A entrada é gratuita, no entanto, uma doação sugerida de US $ 5 por visitante apoia o cuidado e a preservação da coleção e dos programas do museu.  O Museu é acessível para deficientes.

Um deleite para os amantes de cinema .

Veja exibição virtual  Katharine Hepburn: Unintentional Trailblazer.

https://youtu.be/c6N9SViuxPs





Museu Katharine Hepburn
















Hotel:Saybrook Point Resort & Marina
Diaria: $329.11 + taxas ( em media ) 
Jantar Restaurante do Hotel "Fresh Sal''  ( sem bebida alcolica) p/ 2 pessoas $171.22
Almoco Restaurante da piscina "Marina Bar" (2 adultos com bebida alcolica p/1 pessoa) $96.64
 



quinta-feira, 2 de junho de 2022

Caminho de Santiago DAY 9 - Pedrouzo a Santiago da Compostela


 


Dia 9: Pedrouzo a Santiago da Compostela. 🗺️🤩


Cerca de 20km para chegarmos a Santiago...


Um misto de ansiedade e serenidade de saber que chegamos no "fim" da jornada.


Tomamos o nosso café e seguimos calmamente. Saindo de Pedrouzo, passamos pelo bosque de eucaliptos novamente e depois precisamos atravessar uma rodovia até chegar em O Amenal.


Continuamos em frente até a cidade de Lavacolla. A Igreja de Lavacolla representa metade do trajeto de hoje até o nosso destino final. 🤍


Atravessamos mais duas cidades até chegar em Monte do Gozo, onde há a Capela de San Marcos e o monumento do Monte do Gozo. Daqui, já podemos ver as torres da Catedral de Santiago, uma emoção indescritível.


Próxima parada: praça do Obradoiro, onde fica a Catedral de Santiago e representa a conclusão do Camiño.


Retiramos nossa Compostela (o certificado que completamos o trajeto, mediante apresentação do nosso passaporte do peregrino devidamente carimbado), conhecemos a Igreja e curtimos um pouco a cidade.


Nem acredito que conseguimos!


O Camiño é realmente uma experiência única, sinto que não chegamos ao fim como as mesmas pessoas que iniciaram o percurso... 


Chegamos com muito o que comemorar e também a agradecer. Nosso Camiño foi deveras abençoado!


Buen camiño!

quarta-feira, 1 de junho de 2022

Caminho de Santiago DAY 8 - Arzua a Pedrouzo


 

Dia 8: Arzua a Pedrouzo. 🗺️


Penúltimo dia de caminhada! Esse trecho tem cerca de 20km. 


Tivemos muitas subidas e descidas mas, tirando o cansaço que vai se acumulando, foi um dia relativamente tranquilo. Passamos por aldeias, rodovias, bosques de eucaliptos e pradarias... a partir de Arzua os eucaliptos vão se fazendo cada vez mais presentes, é lindo!


Passamos por Brea, onde fica a Capela de Santa Irene e, bem próximo dela, uma famosa fonte em forma de concha. Essa pequena fonte é conhecida por ter propriedades mágicas na sua água!


Tirando a beleza da paisagem, não há muito a ser dito sobre esse trecho além da possibilidade de paragens aqui e ali, mas mais para descanso. Estamos tão perto de Santiago da Compostela agora!


Chegando em Pedrouzo, uma cidade que se mostra bem confortável e preparada pra nos receber, podemos descansar para chegar em Santiago amanhã cheios de energia.


Um bom dia para ficarmos a sós com nossos pensamentos e nos prepararmos para o fim da viagem. Vamos tentar chegar a Santiago à tempo da missa, que começa ao meio-dia em ponto. 💛


Estamos felizes de estarmos tão perto, mas ao mesmo tempo sentindo que Santiago também está em cada passo que demos até aqui.


Hasta la mañana!

terça-feira, 31 de maio de 2022

Caminho de Santiago DAY 7 - Palla del Rey até Arzua




 Dia 7: Palla del Rey até Arzua (reta final!). 🗺️


Estamos nos últimos dias de peregrinação. 😊


O trecho de hoje tem cerca de 29km... não é dos mais fáceis, ainda mais com o anseio para conhecer Santiago, que agora estamos tão perto! As subidas e descidas são constantes, mas a beleza dos ambientes arborizados sempre ajudam.


Na primeira parte do trajeto, passamos por A Campanilla e O Coto, duas boas paragens para descanso. 


Depois, passamos por O Leboreiro, onde há a bela Igreja de Santa Maria (como vocês devem ter percebido, eu adoro reparar nas igrejas!). De lá, pegamos uma ponte Medieval e passamos por Desecabo, a partir de onde precisamos seguir por uma rodovia.


Seguimos esse caminho e atravessamos um bom parque, até chegar a San Xoán de Furelos. Nesse ponto, há a capela de San Roque.


Depois, chegamos a Melide, conhecida como a cidade do pulpo (polvo), famosa por esse prato típico (que, é claro, fizemos questão de conhecer)!


Como a cidade é muito boa, é comum alguns optarem por passar a noite aqui e continuar só no outro dia. No entanto, preferimos seguir.


Em Melide passamos também pela igreja de Santa Maria de Melide, um pouco depois do marco que anuncia que faltam apenas 50km até Santiago da Compostela. E não é que estamos chegando?


Depois, passamos por Boente e Ribadiso de Abaixo, os últimos locais com possíveis paragens antes de chegar Arzúa. Também uma boa cidade, com lavanderia e diversas comodidades.


Hora de relaxar antes de enfrentar os


 últimos dias!


segunda-feira, 30 de maio de 2022

Caminho de Santiago DAY 6 - Portomarin até Palla del Rey



Dia 6: Portomarin até Palla del Rey. 🗺️

Essa parte do Camiño tem cerca de 27 quilômetros. Estamos cada vez mais perto, e curtindo cada pedacinho!

Houve momentos mais suaves, com terrenos menos íngremes e até passando por dentro de bosques... pudemos testemunhar (mais) algumas belas igrejas, como a Igreja Santa Maria de Gonzar. Em outros momentos, tivemos que atravessar rodovias. Mas sempre entrecortados por belas paisagens e pequenos pueblos!

Na aldeia de Castromaior também há uma Igreja Românica do séc. XII. Aqui, continuamos uma pequena subida até o Hospital da Cruz, onde pudemos encontrar albergues e bares, é uma boa opção para uma pequena pausa.

Passando pelo vilarejo de Ventas de Narós, chegamos na Serra de Ligonde, onde há um marco que informa que faltam apenas 76,5km dali a Santiago. Aqui, estamos chegando às margens do rio Ulla. Nesse ponto, há um pequeno vilarejo e também um pequeno cemitério de peregrinos...

Depois, passamos por Lameiros e a aldeia de Ligonde (essa segunda aldeia tem a peculiaridade histórica de ter abrigado Carlos V antes da sua coroação como imperador).

Logo após, passamos pelas aldeias de Airexe e Portos e basta seguir essas mediações para chegar a Palla del Rey. 😊

Palla del Rey (que vem do latim e significa "Palácio do Rei") tem algumas paradas interessantes, como a Igreja de San Tirso, que data do século XII, e o Castelo de Pambre, de 1375. É uma pena que o Castelo é um pouco mais afastado e exigia uma programação maior...

Na Igreja de San Tirso há vestígios da idade média, recomendo essa parada!

No mais, é uma bela cidade para descansar até o próximo dia, engatando a nossa reta final...

domingo, 29 de maio de 2022

Caminho de Santiago DAY 5 - Sarria até Portomarin







 Dia 5: Sarria até Portomarin. 🗺️


Para alguns peregrinos, pode ser o final de uma longa jornada, para outros, pode ser o começo da jornada. Estamos nos últimos 100km do Camiño, a quantidade mínima a ser percorrida a pé para o recebimento da Compostela.


A Compostela é um documento que você pode receber ao fim do Camiño, desde que tenha carimbado as regiões percorridas na chamada credencial do peregrino (uma espécie de passaporte).


Bem, essa parte do trecho tem cerca de 22km e é um pouco acidentado. Passamos por rodovias, onde algumas vezes se vê indicações do caminho com a inscrição "casi" (ou seja, quase). Quase lá!


Estava animada para chegar a Portomarin, uma cidade muito bonita ao lado de um lago formado pelo rio Miño. Lá, há a Igreja de San Nicolás (ou São João), uma igreja em estilo românico que vale a pena "bisolhar".


E é isso! Descansando para seguir viagem que, apesar de estar nos trechos finais, seguirá intensa.